Jary Gomes

Do Fundo D'Alma

Ah! Tortura suprema que me invade,
Desespero cruel que crucia,
Tão grande como a dor de uma agonia,
Maior, muito maior do que a saudade.

Nem o pranto se iguala a esta maldade,
Nem lágrima vertida noite e dia,
Nem desventura alguma igualaria
A tortura suprema que me invade!

Ser jovem, ter um mundo de quimera,
Ter n'alma, de ilusões, a Primavera
E sonhos de vitória conquistada...

Ser poeta inspirado, ver o abstrato,
O infinito tocar, louco, insensato,
Ter dito tanto e não ter dito nada.

Jary Gomes (1913, MT-), poeta, médico e político se elege deputado estadual e vice-governador, assumindo a chefia do executivo por sete meses entre 1950-1951; membro da Academia Mato-grossense de Letras. Obras: Da Juventude ao Ocaso (1990), entre outras.

Nenhum comentário: