Marta Catunda

Mata Quebrada

meu coração
çorocaba,
quebrou a trilha sonora
da amizade
com a confiança satelite
era só
vidro e se quedou

erra só
como a covardia do pai,
o engano de natal, pascoando
tal filho ilustre, moreira cabral
çorocabou
com encanto que descobre
caverna de cristal
no ar da tenra possiblidade

no trópico de capricórnio
meu sentimento, centro da América
cansado de tanta quimera
vai nas paragens entremeadas
do rio Sorocaba,

rompendo com novo sol bandeirante
que estreita o caminho oeste
quero-quero outro destino

sem peias, nem tropas
canadando coragem estrangeira
fome de lua
origem de raiz
na volta das voltas

amor, glissando nos soares
ser neste amanhã de quebra
o poente apitando, muando seus sinos
sinalizando conquistas
desenho tatuado do que ja foi
mera natureza chapada.

Nenhum comentário: