Antônio Sodré

A tarde vai
E se esvai
Em saudade

Um comentário:

Sady Folch disse...

Caro Sodré, este que tem toda a força de um Haicai livre, faz toda diferença na poética matogrossense.

Parabéns pelo poema.

Sady