Maria Dorinha

PROVA O MEU AMOR

Prova o meu amor,
e me degusta suavemente
para não enfastiar-te com o aroma exótico
que exala de minha pele veludínea.
Pois o meu lábio pronuncia - é a ti que busco -
Por que estas em meu lençol de seda,
onde os querubins com suas harpas me rendem
com a música nupcial do amor.
Prova-me e silencia a tua alma!
Ouve as batidas do meu coração,
como canto do além que extasia o teu corpo .
Ouça meu clamor ao chamar-te pelo nome!
Na minha vida monótona, tu és o personagem de Shakespeare,
o incógnito do teatro da minha existência,
que me provoca a ruminação,a catarse intensa:

- E lembro que sou mulher!

Nenhum comentário: