João Bosquo

Quem Pensa em Silêncio

Quem pensa em silêncio
Pensa melhor
Quando desce de navio
O rio que atravessa
A cidade
Que existe desde a nascente

Quem pensa em silêncio
Não diz o que pensa
E espera curso do rio
Cumprir seu próprio curso
Para finalmente desembarcar

Quem pensa em silêncio
Olha as margens
Como uma mensagem
Paisagem de futuras paragens

Quem pensa em silêncio
Fica quieto até o fio
De voz dos peixes
Poder ser ouvida
Pelo ouvido do coração.

Nenhum comentário: