Quando Estive na Espanha com João Cabral de Melo Neto

Quando, num sonho, estive na Espanha
para conhecer João Cabral de Melo Neto
o poeta Pernambuco, Severino, Recife
constatei que o sonho era coisa estranha

Estranhei que as parlendas espanholas
não tinham rimas, nem quebras línguas
menos ainda histórias de toureiros
em arenas sangrentas de saciar gritos

eufóricos gritos da plateia inusitada
que queria a poesia e o poeta cabralinos
para um fim de tarde inesperado…

Tudo no sonho, bom que se diga, vale
como enredo de um poema bem dito
porém não consegue fixar-se no papel.

Nenhum comentário: