Rubem Dutra

AS FLORES NUNCA MORRE

A vida de uma flor
A brisa vem pela manhã
E o faz desabrochar
À tarde vem o sol ardente e faz secar 

No outro dia vem o vento forte
Arrasta a semente para a terra fértil
A chuva vem e o faz nascer
Renasce com mais vigor

O sol e a chuva e a flor se dão as mãos.
Folhas e flores perfumadas
Rouba os olhares e admiração
Refrigera a alma, e acalenta o coração

Nenhum comentário: