Rubem Dutra

QUE PENA! CHAMOU O NUMERO DA MINHA SENHA

Mesmo aguardado a minha senha
O meu numero ser chamado
Eu ali no assento daquele banco 
Há uma viagem, o meu pensamento me levava.
Como um pássaro, que migram a outros países.
Lá do alto, pude ver com mais detalhes.
Um grande tapete verde cobria toda a face da terra
Só os rios cotavam o tapete verde com suas água límpida
As altas cachoeiras com suas brisas regavam
As arvores e as suas flores que formava um lindo jardim
Em toda a minha viagem, não vi o homem neste paraíso.
Talvez fosse de lá que o homem foi expulso
Que pena chamou o numero da minha senha

Nenhum comentário: