Vagner Braz

EU SÓ PEÇO



Eu só peço... Ó Criador!
Que a Aflição não me constitua apático
Não, não, não...
Indiferente na badalada da Morte.
Que a Iniquidade não me signifique imperceptível
Não, não, não...
Indiferente na natureza da Solidão.
Que a Guerra não me jaza indolente
Não, não, não...
Indiferente na probabilidade da Paz.
Que a Aleivosia não me adsorva impassível
Não, não, não...
Indiferente na relatividade da Existência.
Que o Futuro não me experimenta abnegação
Não, não, não...
Indiferente para viver em Vida.

Eu só peço... Ó Deus Pai!

Nenhum comentário: